Blog da Lazuedu - Tudo sobre estudos e vestibulares

Inconfidência Mineira – Resumo (com Mapa mental)

Olá pessoas, tudo certo? Hoje, 21 de abril é considerado feriado nacional de Tiradentes. Mas você sabe a história por trás dessa data? No post de hoje vamos te dar um resumão sobre o que foi a Inconfidência Mineira e no final ainda tem um mapa mental pra te ajudar nos estudos.

A inconfidência Mineira ou Conjuração Mineira, foi uma revolta projetada durante o ciclo do ouro em Minas Gerais, no ano de 1789. O principal contexto é que durante o final do século XVIII, o Brasil ainda era colônia de Portugal e esta, praticava cobranças altíssimas e restrições constantes, como por exemplo, uma lei que proibia o funcionamento de indústrias fabris em território brasileiro, prejudicando o desenvolvimento industrial e comercial do país. 

Principais causas

A inconfidência foi consequência da insatisfação da elite econômica de Minas Gerais com a política fiscal imposta pela coroa portuguesa, resultando em pensamentos separatistas e criando novos movimentos políticos. 

As principais causas vieram durante as administrações de Luís da Cunha Meneses e do Visconde de Barbacena, ambos governadores da capitania. O primeiro porque teve uma administração corrupta que prejudicou interesses da elite local para favorecimento de questões pessoais.

Já o Visconde de Barbacena, intitulou o cumprimento da cota de ouro anual, onde ficava autorizada a realização da derrama, uma cobrança obrigatória com o objetivo de alcançar 100 arrobas de ouro, como a economia mineradora estava ficando saturada, muitas regiões não conseguiam cumprir a meta obrigatória, e com isso os soldados da metrópole eram autorizados a invadir casas pegando os objetos de valor da população. 

As propostas dos inconfidentes

Os revolucionários defendiam:

  • A criação de uma república em Minas Gerais
  • A instalação de manufaturas na região como forma de diversificar a economia
  • Livre extração de diamantes
  • Liberdade de comércio
  • Formação de uma milícia nacional 

O fim da inconfidência

O movimento não chegou a ser deflagrado de fato, isto porque ocorreram diversas denúncias à Coroa informando sobre os planos dos inconfidentes. O Visconde de Barbacena chegou a receber seis acusações a respeito de uma conspiração em Minas, sendo a principal denúncia realizada por Joaquim Silvério dos Reis, que chegou a participar ativamente das reuniões secretas da inconfidência mas por possuir muitas dívidas com a Coroa, acabou por entregar os planos do movimento. 

O Visconde então, suspendeu a derrama e deu início às prisões e condenações. As penalidades incluíam reclusão na África, prisão perpétua e condenação à forca. Tendo como principal exemplo o líder conhecido como Tiradentes, que devido a sua posição dentro do movimento foi condenado a morte e esquartejado em 21 de abril de 1792. 

Aqui está o incrível mapa mental pra você entender os principais pontos da Conjuração, desde suas causas até seu fim e consequências.

E aí, conseguiram aprender sobre o que rolou na Inconfidência e o porquê de 21 de abril ser feriado nacional?

Se quiser saber mais sobre história e todos os tipos de conteúdo envolvendo educação, é só ficar de olho aqui no Blog e nas redes sociais.

Bons estudos e até a próxima 🙂

Sabrina Susan

Adicionar comentário

Segue a gente

Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.