Blog da Lazuedu - Tudo sobre estudos e vestibulares

Assuntos de História de #Humanas que mais caem no ENEM.

Desde 2009, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ganhou uma grande importância na vida dos brasileiros. Instituído em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC) e realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enem se tratava apenas de um teste para avaliar as competências desenvolvidas ao longo da educação básica. Porém, ao decorrer do tempo, surgiu a necessidade de transformar o acesso às universidades brasileiras.

Ano após ano, com as provas ficando cada vez mais elaboradas, os alunos vêm buscando soluções para chegar cada vez mais bem preparados para a tão esperada avaliação. Seja por meio de cursinhos preparatórios, horas de dedicação, cansativos simulados ou outros meios, estudar para o Enem se tornou menos difícil.

#Humanas no Enem:

Sendo realizada no 1º final de semana da prova, a avaliação de Humanas do Enem continua sendo um dos principais quesitos na hora de calcular sua nota final para aplicar em programas de acesso à universidade, como Sisu, ProUni ou Fies. A prova de Humanas, tem peso em cursos como Direito, Jornalismo e Psicologia da UFAM por exemplo, sem contar que a nota nessa área ainda aparece como uma das principais na tentativa de ingressar em universidades no sudeste do país.

Mas o que cai na prova de História no #Enem?

História Geral:

Período de Idade Média e Moderna:

Esses intervalos de tempo que marcaram significativamente a cultura, história e as relações sociais do mundo, aparecem como o assunto número um do Enem desde 2009.

Revolução Industrial:

A transição para os novos processos de manufatura no período entre 1760 a algum momento entre 1820 e 1840, também são um dos temas mais relevantes da prova de História Geral do Enem.

Primeira e Segunda Guerra Mundial:

Os acontecimentos que geraram conflitos entre as principais potências mundiais, também são os coringas anuais do Enem. As questões envolvendo o tema já caíram das mais diversas maneiras na prova.

Nazismo, Fascismo e Holocausto:

Puxando o gancho do tema anterior, as principais representações ideológicas da época são o quarto tema que mais apareceu no Enem dos últimos anos.

Liberalismo:

Surgindo no século XVII como um conjunto de teorias políticas que sustentaram uma luta estrutural e política contra o Antigo Regime, ou seja, contra a monarquia absolutista. Então, diversas questões da prova vão envolver a temática.

Guerra Fria:

Outro marco mundial da história que dividia duas ideologias, entre a União Soviética e os Estados Unidos, moldou nossa cultura e conceitos que levamos como verdade até hoje. Por tamanha importância e notoriedade, o tema é um dos que mais cai ano após ano.

História do Brasil:

Brasil Colonial:

O período que representa o processo de invasão portuguesa no Brasil, e todas as suas consequências, figura como o assunto que mais cai em História do Brasil no Enem.

Brasil República:

O que entendemos como Brasil República se dá como a forma de governo vigente no Brasil desde 15 de novembro de 1889, quando foi proclamada por José do Patrocínio na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Portanto, todos os acontecimentos referentes ao período pré, durante e após a proclamação, podem aparecer na sua prova.

Período da Escravidão:

A escravidão no Enem já apareceu de diversas formas. Correspondendo a forma de relação social de produção adotada, de uma forma geral, no país desde o período colonial até pouco antes do final do Império, a questão é um dos temas mais presentes na prova.

Era Vargas:

Era Vargas é o nome que se dá ao período em que Getúlio Vargas governou o Brasil por 15 anos, de forma contínua (de 1930 a 1945). Esse período foi um marco na história brasileira, em razão das inúmeras alterações que Getúlio Vargas fez no país, tanto sociais quanto econômicas.

Ditadura Militar:

A ditadura militar no Brasil durou 21 anos, teve 5 mandatos militares e instituiu 16 atos institucionais, que são mecanismos legais que se sobrepunham à constituição. Portanto, já dá pra entender o tamanho do impacto que tal período resultou para o nosso país.

Governos Populistas:

É o termo utilizado na ciência política para explicar práticas associadas a governantes da América Latina durante boa parte do século XX. No caso do Brasil, essa palavra é utilizada para se referir, principalmente, o período da nossa história que se estendeu de 1930 a 1964.

Confira nosso post sobre o tema no Instagram:

Clique aqui.

Luan Tavares

Adicionar comentário

Segue a gente

Adoramos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos.